segunda-feira, 19 de junho de 2017

O CONTEÚDO DE ATUALIDADES MERECE DESTAQUE NA ROTINA DE ESTUDOS

O primeiro semestre do ano de 2017 está quase chegando ao fim e as avalições do Enem estão mais próximas. É hora de apertar os cintos, reforçar a rotina de estudos e direcionar o olhar para um tema muito importante: atualidades. 

O tema da redação do Enem é assunto muito comentado e especulado durante o ano inteiro. A escolha do MEC, geralmente, gira em torno de temas que ganham destaque ao longo do ano. Sendo assim, o fera deve ajustar os seus horários e se envolver com os assuntos discutidos.
Para iniciar o intensivão, os professores indicam dedicar um tempo para pautas dos jornais impressos, digitais e telejornais. Após o primeiro contato com os temas através dessas mídias, busque fontes confiáveis para obter informações complementares. 
Com um conjunto de informações sobre o tema em mãos, procure exercitar o desenvolvimentos dos textos e pontuar erros e acertos. A prática é o grande segredo para construir uma redação estruturada e alcançar uma boa média no Exame Nacional do Ensino Médio. 
Fera, agora é com você: reúna as dicas, monte o seu cronograma de estudos e pratique muito. Desejamos sucesso na preparação e acreditamos no seu potencial.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

3 DICAS PARA FAZER INTERCÂMBIO E CONHECER NOVAS CULTURAS

O intercâmbio é uma ótima forma de aprimorar idiomas, conhecer novas culturas e voltar para casa com a bagagem recheada de ensinamentos e boas lembranças. O ideal é planejar a viagem durante o período de férias escolares ou após a conclusão do ensino médio. O período deve somar ao seu currículo e não atrapalhar o ano letivo. 

Antes de tomar a decisão final, confira as dicas valiosas para planejar detalhadamente esse sonho: 
1 - Analise os formatos de intercâmbio. 
Os intercâmbios mais indicados para estudantes têm uma duração curta: de uma semana a um mês. O investimento é mais em conta e o formato não atrapalha o andamento do calendário escolar. 
 2 - Defina o idioma que deseja estudar. 
Se você já tem um nível intermediário nessa língua, a experiência vai aprimorar o seu conhecimento. Caso não, será uma boa oportunidade para vivenciar e se familiarizar com o idioma. 
3 -  Escolher a cidade de destino.  
O intercambista precisa levar em conta alguns fatores como o clima do país,
custo de vida na cidade e o estilo de vida da cidade. Tudo isso vai influenciar
no processo. 

Analise as dicas, pesquise sobre o tema e converse sobre todas as opções com seus pais ou responsáveis. É sempre bom agregar conhecimento ao seu histórico. 

segunda-feira, 29 de maio de 2017

A SIMPLICIDADE DE CLARICE LISPECTOR


Clarice Lispector foi escritora, jornalista e um dos mais importantes nomes da literatura do século XX.  A autora nasceu na Ucrânia, em 1920, e tem origem judaica, por isso migrou com a família para o Brasil. Ela viveu a maior parte de sua vida em terras brasileiras e considerava-se pernambucana, pois passou sua infância no Recife. 

Lispector perdeu sua mãe no início de sua adolescência e mudou-se para o Rio de Janeiro com os pais, onde iniciou sua carreira. Ingressou na faculdade de Direito, trabalhou como redatora para a Agência Nacional e como jornalista no jornal “A Noite”. 
A autora conquistou o cenário literário com a simplicidade de sua obra, retratando cenas do cotidiano e construindo personagens inteiros, com sentimentos e impressões. Suas narrativas mostram a forma de pensar dos personagens.   
O romance “Perto do Coração Selvagem” é o primeiro livro da carreira de Lispector e conquistou o prêmio Graça Aranha. Já o livro “A maçã no Escuro” rendeu mais uma premiação: o melhor livro do ano de 1962. 
Em 1966, a jornalista foi vítima de um incêndio e sofreu queimaduras no corpo. Após esse fato, ela decide se isolar e passa a viver para escrever. Seu último romance publicado em vida, “A Hora da Estrela”, foi adaptado para um formato audiovisual e conquistou o Urso de Prata em Berlim. 
Clarice Lispector faleceu em dezembro de 1977, um dia antes de seu aniversário, vítima de um câncer de ovário. 

quinta-feira, 25 de maio de 2017

A PLURALIDADE DE ARIANO SUASSUNA

A série original contempla a obra dos brilhantes autores pernambucanos, mas com tantos talentos de alma pernambucana, resolvemos expandir os limites da nossa série e prestigiar esses nomes que não nasceram em nosso estado, mas enriqueceram a nossa história. 


Para começar a nova fase da série, vamos saber um pouco mais da vida e obra de um autor completo em sua pluralidade: Ariano Suassuna.  Nascido em João Pessoa - PB, em 1927, foi romancista, dramaturgo, poeta e professor.  
Após a morte de seu pai, na década de 30, o poeta se mudou para o Rio de Janeiro com sua família, onde estabeleceu o primeiro contato com o teatro. Alguns anos depois, em 1942, o autor veio para Recife e começou a trilhar seu caminho: ingressou na Faculdade de Direito do Recife e escreveu suas primeiras peças. 
A obra de Suassuna foi o ponto de partida do Movimento Armorial, conceito que cria uma arte formal a partir de elementos da cultura popular do Nordeste. 
Dentro de sua produção, títulos como “O Santo e a Porca”, “A Pena e a Lei e “O Auto da Compadecida” merecem destaque. A última, em especial, foi adaptada para a televisão, para o cinema e ficou conhecida em todo o Brasil.  
O poeta ocupou lugares na Academia Pernambucana de Letras, Academia Paraibana de Letras e Academia Brasileira de Letras. Ele recebeu os títulos de cidadão pernambucano e paulistano.                                               Ariano Suassuna faleceu em 2014, após sofrer um AVC do tipo hemorrágico.   

segunda-feira, 8 de maio de 2017

O SAMBA E A POESIA DE ANTÔNIO MARIA

Antônio Maria nasceu em Recife, na década de 20, e construiu uma carreira que caminhou por alguns vértices: foi comentarista esportivo, cronista, poeta e compositor. Iniciou a carreira bem cedo, aos 17 anos, apresentando um programa musical na Rádio Clube de Pernambuco.  


O autor mudou-se para o Rio de Janeiro em 1940, quando trabalhou como locutor esportivo da Rádio Ipanema, mas a temporada foi curta, sem muitas conquistas profissionais. Após esse período, o poeta passa uma temporada na Bahia, onde trabalha pela primeira vez como diretor, nas Emissoras Associadas. 
A segunda temporada do poeta na cidade maravilhosa é dotada de conquistas na carreira profissional: Antônio Maria é convidado para ser o primeiro diretor de produção da TV Tupi. Nessa época, o autor também escreve importantes crônicas em jornais como O Globo e O Jornal. Entre as principais, “A Noite É Grande’’ e “O Jornal de Antônio Maria.  
O samba foi uma marca registrada nas canções do autor, com 62 composições gravadas, e títulos como “O Amor e Rosa” e “Se eu Morresse Amanhã”. Além de grandes canções e parcerias no mundo da música, como o trabalho com o amigo Vinicius de Moraes, o poeta também compôs importantes jingles publicitários.   
Antônio Maria faleceu no ano de 1964, em Copacabana, vítima de um infarto. O compositor nos deixou uma obra rica em personalidade e grandes parcerias.

terça-feira, 2 de maio de 2017

QUEM FOI ASHBEL GREEN SIMONTON?

Após a Reforma protestante do Século XVI, a Igreja Presbiteriana do Brasil foi fundada pelo missionário Ashbel Green Simonton e hoje é a mais antiga denominação reformada do país. O fundador nasceu na Pensilvânia, em 1833, mas chegou ao Brasil no ano de 1859.  

O Rev. Simonton estudou no colégio de Nova Jersey e, durante essa época, decidiu viver o trabalho missionário fora de seu país. Sua postura inovadora foi fundamental para o surgimento do presbiterianismo no Brasil. 
A Igreja Presbiteriana do Brasil é formada por uma federação de igrejas, com uma teologia e um padrão de culto e de vida comunitária iguais.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

JOAQUIM CARDOSO: ENTRE A ENGENHARIA E A POESIA

Joaquim Cardoso percorreu os caminhos da poesia, da Engenharia e conseguiu ser um verdadeiro mestre nos dois extremos. O poeta nasceu em Recife, no ano de 1897. Iniciou os estudos no Ginásio Pernambucano e conviveu com poetas como Manuel Bandeira e João Cabral de Melo Neto. Entre as suas principais obras estão o livro “Poemas” e obras teatrais como “O Coronel de Macambira” e “Poesias Completas” 

O autor é considerado um poeta pós-modernista e sua obra tem características como lirismo e introspecção. Os principais temas de suas obras são as tradições populares do Nordeste, com títulos como “Tarde no Recife” e “Imagens do Nordeste”. Foi também chargista dos jornais Diário da tarde e Diário de Pernambucano.  
O engenheiro ingressa nas ciências exatas em 1915, quando frequentou a Escola Livre de Engenharia de Pernambuco, mas levou 15 anos para concluir o curso em razão das dificuldades financeiras.  Trabalhou com o arquiteto Lúcio Costa e o paisagista Burle Marx, anos depois firmou uma parceria com o arquiteto Oscar Niemeyer. Com ele, realizou os cálculos estruturais do conjunto da Pampulha e de edifícios como o Palácio do Planalto e o Palácio da Alvorada.